São Paulo: Jantar com Refugiados Congoleses

➡15 de outubro – 16 de outubro, 14h às 18h, Casa do Povo - Rua Três Rios, 252, Bom Retiro

➡ O arquiteto polonês Jakub Szczesny constrói uma casa temporária no terraço da Casa do Povo onde viverá durante três semanas. O projeto "Refúgio Polonês" sugere questionar os rótulos culturais em uma época de crescimento de políticas xenófobas. As indagações sobre o que é ser polonês e o que é ser brasileiro, fundamentam-se na ideia de que todas as construções identitárias são sempre resultados de processos heterogêneos. O Refúgio estará aberto para visitação até 06 de novembro de 2016. Ao longo do projeto, a instalação será ativada por uma programação dividida em performances, projeções, celebrações e encontros entre artistas, estrangeiros, refugiados e imigrantes que habitam o Bom Retiro. Neste sábado e domingo 15 e 16 de setembro, o CONGOLINÁRIA organizará uma festa para o bairro que inclui debates, oficinas, apresentações e um Jantar com Refugiados Congoleses, a fim de encurtar a distância entre refugiados e a comunidade que habita essa metrópole chamada São Paulo. Confira a programação no link a seguir: - CONGOLINÁRIA EM DEBATE - Os caminhos da gastronomia e do refúgio congolês 15/10 Sábado 13h - 20h O Congolinária servirá seus drinks, doces e petiscos típicos. 14h - 15h00 Oficina de turbantes com CHEZ LE TOGOLAIS - empresa que visa a estimular a moda africana vendendo roupas, tecidos e acessórios africanos, como forma de valorização da cultura africana e resgate da cultura afro-brasileira. A oficina tem o objetivo de valorizar o uso de turbantes em mulheres, homens e crianças, desmitificando qualquer preconceito que tenha sob o uso desse acessório. Propõe mais do que um workshop, mas uma troca de experiências do seu país de origem, relatos e resgate da auto-estima entre todas as pessoas presentes. 15h15 - A artesã Guiana Inglesa Renée fará uma mini oficina destinada às crianças e aos adultos que ainda têm alma de criança! Seu trabalho como artesã é fabricar bonecas africanas de pano, como forma de manter viva a cultura africana e valorizar a infância negra. 16h15 - Roda de Conversa sobre a Crise no Congo, Refúgio e Imigração 18h - Jantar 19:45 h - Encerramento 16/10 Domingo 14h - Oficina de MANDAZI com Pitchou Luambo, doce típico africano, feito com farinha de trigo, banana, leite de coco. Um doce que se come em qualquer hora do dia , no café da manhã no lugar do pão, ou depois de almoço com calda caramelizada. 16h - Apresentações musicais com artistas congoleses 18h - Encerramento + Expositores: CONGOLINÁRIA www.congolinaria.com.br

CHEZ LE TOGOLAIS: www.facebook.com/chez.letogolais RENÉE ROSS-LONDJA www.facebook.com/renee.rosslondja + Exposição " AQUI ESTAMOS - Histórias do Congo", com fotografias de congoleses radicados em São Paulo. Ao longo do mês, mais atividades serão divulgadas. Acompanhe por aqui as atualizações sobre a programação. O projeto "Refúgio polonês" é realizado pela Casa do Povo, Stowarzyszenie Artanimacje e Adam Mickiewicz Institute, sob a marca Culture.pl, como parte do programa de apresentação da cultura polonesa no Brasil. Entrada gratuita. Para participar do Jantar é necessário fazer reserva antecipada, vagas limitadas.As reservas podem ser feitas através do email: contato@congolinaria.com.br

➡ Mais informações na página da organização do evento: www.facebook.com/congolinaria

➡ Produtos veganos são feitos sem nenhum componente de origem animal, seja secreção (leite, ovos, etc), corpos (carne, pele, ossos, etc) ou tortura (ex.: testes laboratoriais)

➡ Assista ao documentário Terráqueos e descubra o que nunca passou na TV

Últimas notícias